muito
prazer

Temos uma notícia para aqueles
que acham que a escrita é um
bicho de sete cabeças:
todo mundo é
escritor.

Vanguardista, inovadora e barroca pós-moderna. Com esses três adjetivos podemos não só descrever a Esc., mas também apresentar o conceito de paralelismo.

A Escola de Escrita é um lugar onde o conhecimento vai ao seu encontro de uma forma muito natural, não é mesmo? Claro que que há várias outras qualidades que também se aplicam, como flexível ou única. Mas isso você pode ir descobrindo — e definindo — quando estiver aqui. 😉

 

orelha.


Escuta nossa história

Foi em 2014 que o projeto ganhou forma e nome: Escola de Escrita. O intuito era de que mais textos saíssem da gaveta e começassem a ser lidos. Desde então, novos personagens começaram a se juntar e fizeram com que as páginas de um livro não parassem de aumentar.

Cascavel foi onde tudo começou, mas Curitiba logo se tornou o cenário principal da trama. Ao longo do tempo, vários outros capítulos foram escritos ao longo do Brasil, passando desde Boa Vista até Florianópolis (com idas frequentes a Belo Horizonte).

Julie Fank é a personagem por trás da fundação da Escola de Escrita. Ela é escritora, artista visual e doutoranda em Escrita Criativa pela PUC-RS.

sinopse.

Meu primeiro contato com a Escola de Escrita foi em 2016, para rever conteúdos gramaticais abandonados em algum porão da memória. Reencontrei os conteúdos perdidos, mas também descobri novas maneiras de encarar as palavras.

Do Aperfeiçoamento linguístico, fui para as oficinas de Voz e performance, Escrita acadêmica, Escrita criativa | primeiros passos e Como escrever cartas de amor. Independente do curso, a escola sempre trás a potência para ampliar nossos horizontes e possibilidades expressivas. Eu continuo minha viagem pela Esc. este ano no curso de Escrita criativa e outras artes.

Ana França, aluna | professora da UTFPR.

Depois de tantos anos redigindo juridiquês, busquei a Esc. para “destravar” a mão para uma escrita mais criativa. Percebi que a Esc. me propiciava a ampliação do repertório, aí, fui ficando. Fiz a Escrita Criativa (2015), agora chamada de “primeiros passos”, o Aperfeiçoamento Textual, Literatura Subversiva e Literatura Erótica (2016), a Escrita Criativa e outras artes (2017). Paralelamente, inaugurei o grupo de estudos feministas Capitu (2016 até hoje) e, neste 2018, estou incursionando pela Oficina de Criação Poética.

Encontrei o caminho e os pares que ajudam nos meus processos: ler, escrever, pensar a escrita em todas as suas possibilidades. Quanto mais me aventuro, mais fôlego adquiro para mergulhos ainda mais profundos nesse oceano de palavras.

Adelaide Strapasson, aluna | advogada.

Esc.quipe [ou nossa Esc.tante]

Julie Fank

Diretora

Seção: Literatura latino-americana

Relativizadora da realidade como a tradição cultural manda, Julie é escritora, artista visual e diretora-fundadora da Esc. Escola de Escrita. É licenciada em Letras Português/Inglês, mestra em Letras, com ênfase em Literatura Comparada, e doutoranda em Escrita Criativa pela PUC-RS.

Hugo Oliveira

Comunicação

Seção: Humor

Dado a piadas de elefante e situações desconfortáveis, ele é aluno do bacharelado em Comunicação Organizacional na UTFPR.

Raiane Ramirez

Relacionamento

Seção: História

Acontecimentos marcantes e seus impactos na sociedade são com ela mesma, Raiane possui graduação em História e Mestrado em História, Poder e Práticas Sociais (2017) pela Unioeste. Tem pesquisas relacionadas a imigração no Paraná, Etnicidade, Identidades e Cultura.

Zé Sykacz

Relacionamento

Seção: Crônicas

Gosta de criar contos de humor e críticas moralistas sobres assuntos que não tem pleno domínio. Zé é formado em Jornalismo pela PUC-PR, já assinou textos na Gazeta do Povo e tem paixão por frases de efeito, e acha que a vida é o clichê de Deus.

Giovani Kurz

Estagiário

Seção: Literatura contemporânea

Pós-moderno de carteirinha, Giovani é aluno do bacharelado em Estudos Literários da Universidade Federal do Paraná. Estreou na poesia com Nascente Periférico (Substânsia, 2014) e atualmente assina uma coluna mensal no site LiteraturaBr, além de publicar contos aqui e acolá.